5 passos para não usar roteiro

09 de Maio - Artigo, Sem categoria - POR Ana Kelly Martinez

Existem situações onde devemos passar para a plateia a sensação de naturalidade e total domínio do assunto e da situação comunicativa que estamos vivendo. Mas, infelizmente em alguns momentos fica difícil transmitir essas sensações naturalidade e domínio, porque somos pegos de surpresa ou fomos displicentes em nosso planejamento.

Em minha vivencia de 18 anos orientando palestrantes, pude observar que transmitir naturalidade e ter domínio da situação comunicativa nas apresentações são os dos grandes objetivos dos comunicadores que já treinei.

Eles vem para a assessoria com uma estrutura de apresentação muito rígida, seguindo o bullet point do Power Point, fazendo a expressividade perder a naturalidade, gerando assim, um distanciamento maior entre o comunicador e a plateia. Mas, fique tranquilo, esse problema pode ser resolvido de maneira simples e rápida.

Tirar o roteiro do planejamento de uma apresentação é dar um tiro no próprio pé. É impossível ter domínio e naturalidade em um campo desconhecido, nosso corpo irá se desestruturar muito demonstrando alterações em nossa respiração, voz, movimentos do corpo e a memória fica alterada, o que deixará nítido para a plateia que não estamos preparados para a situação que estaremos vivenciando.

A solução para eliminar o roteiro na apresentação

Em primeiro lugar planejar a apresentação realizando um ótimo levantamento de informações, para que sua apresentação seja direcionada para as necessidades da plateia, para que ela se mantenha interessada no assunto falado pelo comunicador.

O segundo momento é a elaboração do discurso em si. Você deve escrever sua apresentação em um aplicativo de texto como o Word, por exemplo. Quando temos o discurso por escrito, tendo escrito o que irá falar, seu cérebro consegue internalizar e guardar na memória o assunto de maneira mais eficiente.

Com toda certeza eu lhe garanto, quanto mais internalizar a apresentação, mais natural você será. Caso ocorra algum imprevisto, você terá total tranquilidade e domínio para driblar a situação incomoda e inesperada.

Posteriormente você irá construir um roteiro.

É isso mesmo um roteiro. Sabe porquê?

 Porque uma apresentação é como uma viagem. Quando temos o roteiro do caminho ficamos mais tranquilos caso aconteça alguma coisa inesperada durante o percurso, o mesmo acontece nas apresentações.

Portanto, construa sua rota para essa viagem de conhecimento e de ligação com sua plateia, assim, a transmissão de informação será muito prazerosa para ambos.

 O escritor, palestrante e humorista norte-americo Samuel Langhorne Clemens que viveu de 1835 a 1910, conhecido pelo pseudônimo de Mark Twain, escreveu que:

Geralmente levo mais de três semanas a preparar um discurso de improviso.”

Gosto muito desta frase porque, ela descreve que mesmo para a exposição inesperada precisamos pensar e roteirizar o que iremos falar. É uma enorme ingenuidade pensar que grandes comunicadores como Steven Jobs, Barack Obama, Martin Lutter King entre outros, não roteirizam e treinam suas apresentações.

Os 5 passos são:

  1. Passo

Escreva um roteiro com frases completas na seção “anotações do Power Point ou no aplicativo de construção de slides de sua preferência.

            Evite uma edição extensa de suas ideias. Simplesmente escreva suas ideias sobre o slide com frases completas, assim será mais fácil para seu cérebro ter uma referência sobre o assunto. Mas, procure manter suas ideias restritas a mais ou menos quatro ou cinco frases.

2. Passo

Destaque ou sublinhe a palavra-chave de cada frase e exercite sua apresentação.

            Ensaie sua apresentação pelo roteiro, sem se preocupar com tropeços ou esquecimento de alguma parte, simplesmente ensaie sua fala. Dê uma olhada na palavra-chave para lembrar o que tem que expor. Quanto mais treinar dessa forma mais irá adquirir naturalidade.

3. Passo

Elimine as palavras irrelevantes de suas frases do roteiro, deixando somente as palavras-chave.

            Exercite agora usando as palavras-chave apenas como lembrete.

4.Passo

Memorize a única ideias-chave de cada slide.

Pergunte-se: qual é a única coisa que quero minha plateia se lembre do slide?

O visual do slide deve contemplar um único tema, assim o visual instiga a plateia.

Um ótimo exemplo disso foi quando Steve Jobs falou sobre o Intel Core 2 Duo como o processador padrão que equipava o MacBook Air. O slide que usou mostrou somente uma foto do processador. A única coisa que ele quis que a plateia soubesse era que a Apple tinha produzido um computador ultra fino, sem abrir mão do desempenho.

5. Passo

Exercite toda apresentação sem anotações, usando apenas os slides como indicador das ideias.

Depois de seguir esses 5 passos você terá ensaiado cada slide quatro vezes, o que representa muito mais tempo do que a média que um palestrante dedica a exercitar uma apresentação.

Agora, observe o exemplo abaixo.

A imagem acima é um excelente exemplo de slide, com conteúdo interessante e que chama atenção visualmente. O quadro abaixo mostra um roteiro hipotético, redigido com as cinco etapas.

ETAPA ROTEIRO DA APRESENTAÇÃO
1. Frases completas O quanto custa seu investimento
é muito importante e pode ter
impacto sobre quanto dinheiro
você ganha em longo prazo.
Em geral, quanto menor o custo,
mais você ganha. Muitos bancos de investimento afirmam que são de baixo custo, mas, na realidade,
cobram seis vezes mais do que nós. Isso pode custar milhares de reais
para você.
Por exemplo, se investir 10 mil
reais por 20 anos, com um retorno de 8% ao anos, você ganhará 58
mil reais com nosso fundo, um
valor muito maior em relação à
médio do setor.
2. Palavras-chave     Seus custos de investimento são muito importantes e podem ter
um impacto sobre quanto dinheirovocê ganha no longo prazo. Em
geral, quanto menor o custo,
mais você ganha. Muitos bancos
de investimento afirmam que são
debaixo custo, mas, na realidade,
cobram seis vezes mais do que
nós. Isso pode custar milhares de
dólares a você. Poe exemplo, se
investir 10 mil reais por 20 anos,
com um retorno de 8% ao anos,
você ganhará 58 mil reais com
nosso fundo, um valor muito maior em relação à média do setor.
3. Deixe só palavras-chaves Custo de investimento são
importantes.Quanto menor o custo, mais você ganha. Seis vezes mais. Ganhará 58 mil reais.
4. Menorize a ideia chave Quanto menor o custo, mais você
ganha
5. Exercite Ensaie a apresentação sem
anotações. O slide de dois copos de água – um vazio e outro cheio –
deve ser o suficiente para incitá-lo a apresentar a informação: os
quatro marcadores da etapa 3.

No momento da apresentação, se as anotações lhe proporcionarem calma, mantenha-as ao alcance. Se você treinar bastante, perceberá que não precisa recorrer às suas anotações, caso tenha que levá-las, use as palavras-chaves ou as ideias chaves.

Lembre-se, para se tornar um excelente comunicador você deve treinar muito, não existe milagres, o que existe é treino. Seguindo esses passos você já estará treinando no mínimo 5 vezes.

É uma questão de saber como treinar, para deixar o roteiro de lado.

 Espero que esse artigo, tenha ajudado você a construir melhores roteiros para ensaiar suas apresentações e que sua performance seja a mais natural possível, assim como Steve Jobs, fazia em suas apresentações.

Mais uma vez obrigada por estar até agora comigo. Deixe seu comentário.

Abraço e até a próxima.

Compartilhe

Comentários

Comente